Ex-servidor do INSS é preso pela Policia Federal em operação contra fraudes em benefícios.

591

Um servidor aposentado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi preso preventivamente na manhã desta terça-feira (23) pela Polícia Federal (PF) em Macapá. O mandado integra a operação Desvio, que apura fraudes na concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O benefício, no valor de um salário mínimo, é pago mensalmente à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprove não possuir meios de se sustentar, e nem de ter auxílio da família.

A operação ainda cumpriu outros três mandados de busca e apreensão, sendo um na casa do investigado, que não teve o nome revelado, e os outros em agências do INSS.

O Instituto informou que irá se posicionar sobre as diligências da PF na sede do órgão ainda nesta terça-feira.

A PF não informou como funcionava o esquema e nem quanto foi recebido ilegalmente, porém determinou o sequestro de bens e imóveis dos suspeitos no valor do prejuízo causado

A investigação começou há sete meses com base em denúncia da própria vítima. Em caso de condenação, o ex-servidor poderá ser condenado a até 23 anos de prisão, por crimes como peculato, associação criminosa e concussão.

Além da prisão e sequestro de bens, foi pedido o bloqueio de ativos do investigado, que também não poderá entrar na sede do INSS.

Fonte: Site do G1 Amapá.